Skip to content

Alimentos benéficos para as mulheres

junho 24, 2009

De acordo com o site O Globo, os alimentos a seguir são os melhores para nós mulheres:

  • amêndoas e castanha-do-pará: são ricas em vitamina E  e selênio, ajudando a combater a flacidez e a diminuir os efeitos da radiação solar;
  • cenoura: rica em vitamina A, ajuda a eliminar a acne e controla a oleosidade natural da pele;
  • chocolate amargo: melhora a textura da pele por ser rico em antioxdantes que combatem o envelhecimento da pele;
  • aveia: ácidos graxos e o ômega-3 presentes  no alimento ajudam a hidratar a pele, diminuem a irritação cutânea e melhoram a retenção de líquidos;
  • chá-verde: as catequinas presentes no chá tem propriedades anti-canceríginas;
  • couve e espinafre: essas folhas são ricas em cálcio, ferro e fósforo, ajudando a proteger o corpo da mulher contra o câncer, diminuem o risco de anemia e ajudam a fortalecer os ossos;
  • laranja, acerola e limão: a vitamina C, presente nessas frutas, estimula a produção de colágeno na pele;
  • tomate e melancia: ricos em licopeno, protegem o corpo dos efeitos da radiação ultravioleta.  melancia

Vacina contra o HPV

junho 16, 2009

gardasil3

O HPV (papilomavírus humano) causa cerca de meio milhão de novos casos de câncer de colo do útero anualmente no mundo, sendo que a maioria afeta mulheres dos países em desenvolvimento. Há uma centena de tipos desse vírus, mas a maioria das infecções são causadas por apenas quatro deles, sendo as versões 16 e 18 responsáveis por 70% dos casos de câncer de colo de útero, e as versões 6 e 11 responsáveis por 90% dos casos de verrugas genitais.

A vacina quadrivalente contra o HPV,  fabricada pelo laboratório Merck Sharp & Dhome, protege contra as quatro versões do vírus e está indicada para mulheres entre 9 e 26 anos de idade. A vacina  acaba de receber a pré-qualificação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Isso significa que, a partir de agora, o produto poderá ser comprado por agências da Organização das Nações Unidas (ONU), como o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), para uso em programas nacionais de imunização. A vacina quadrivalente é a primeira contra câncer de colo do útero a receber o certificado da OMS. O objetivo da pré-qualificação da OMS é garantir que as vacinas atendam aos padrões de qualidade, segurança e eficácia que, em conjunto com outros critérios, são utilizados pela ONU e outros órgãos para definir as compras.

“O câncer de colo do útero representa um ônus significativo para os países em desenvolvimento. A pré-qualificação pela OMS de uma vacina contra HPV significa um avanço para ajudar a proteger mulheres jovens e melhorar o acesso à saúde, principalmente nos países mais pobres”, comenta Graça Machel, fundadora e presidente da Foundation for Community Development (Fundação para o Desenvolvimento da Comunidade) em Moçambique e defensora da saúde feminina.

Segundo os estudos clínicos, a vacina quadrivalente contra o HPV demonstrou 100% de eficácia na prevenção de cânceres cervicais, vulvares e vaginais relacionados ao HPV 16 e 18 em mulheres que não haviam sido expostas a esses tipos de HPV e 99% de eficácia nos casos verrugas genitais causadas por HPV tipos 6 ou 11.

 

Dor de cabeça

junho 11, 2009

enxaquecaA dor de cabeça é incômoda e atrapalhe muito. Vejam o que o Dr. Humberto Tindó fala sbre o tema  no blog Espaço Saúde da Mulher

Cerca de 20% da população mundial afetada pela enxaqueca. E as mulheres são as mais atingidas: para cada dois homens, são cinco mulheres que sofrem com o problema, tendo a vida prejudicada pela incapacidade temporária provocada pelas fortes crises de dor de cabeça.

Antes da adolescência, a prevalência de enxaqueca é similar em ambos os sexos, mas, após a puberdade, as crises passam a acometer mais a elas, do que a eles. Grande parte disso se deve ao fator hormonal, em particular ao hormônio estrogênio. Estudos indicam que 65% das mulheres apresentam crises mais intensas durante o período menstrual. Mas a intensidade e a duração das dores pode variar. Enquanto muitas têm enxaqueca durante todo o mês e pioram durante a menstruação, outras podem sentir dor apenas nessa fase.

Outro motivo para o aumento da intensidade das crises no período menstrual é o uso de pílulas anticoncepcionais. Isso porque elas provocam uma queda ainda mais acentuada do nível de estrogênio no sangue, que, fisiologicamente, já é menor no período próximo à menstruação. Mas apesar das dores de cabeça serem mais comuns nas mulheres em idade fértil, muitas vezes podem ocorrer, também, naquelas que já atingiram a menopausa. Nesses casos, a culpa também é dos hormônios, já que as terapias de reposição hormonal podem desencadear as dores.

Mas se as dores de cabeça forem frequentes mesmo que você não tome anticoncepcionais, ou faça terapia de reposição hormonal, é importante consultar um neurologista para descobrir a causa do problema e a forma mais adequada de tratamento.



Os dez mandamentos contra a celulite

junho 11, 2009

adeus-celulitePara complementar o post Celulite: a grande inimiga das mulheres, aí vão dicas fornecidas pelo Portal Terra :

  1. Tire um dia para se purificar – faça sucos com alguns vegetais e/ou hortaliças  e tome antes das refeições para desintoxicar o organismo;
  2. Reforce sua reserva de metal – a carência de ferro favorece o surgimento de celulites;
  3. Consuma pouco sal – o sal refinado ajuda na retenção de líquidos;
  4. Invista nos chás – a sálvia e o chá verde são plantas medicinais eficazes para eliminar os líquidos e as toxinas. Outras ervas medicinais que ajudam a eliminar a celulite são a menta e o espinho branco;
  5. Controle o peso;
  6. Hidrate-se em abundância – a hidratação facilita o trabalho dos rins, a purificação orgânica, a circulação, a eliminação de líquidos, e ajuda na digestão dos alimentos;
  7. Opte pelo natural – os alimentos fritos, enlatados, processados ou refinados, com aditivos, conservantes, corantes ou substâncias artificiais, além de dificultar a digestão e conter alta quantidade de açúcares e gorduras, aumentam o acumulo de toxinas;
  8. Consuma mais fibras para agilizar ao trabalho do intestino;
  9. Consuma potássio – Este mineral trabalha em conjunto com o sódio para regular a quantidade de água presente no organismo e o delicado mecanismo que determina sua distribuição. Sua ausência no organismo, além de promover a acne e a pele seca, altera o equilíbrio hídrico;
  10. Escolha as formas de cozimento mais saudáveis.

Amamentação

junho 9, 2009

mamarAinda existem mulheres que não amamentam seus filhos por medo dos seios ‘caírem’. Porém, segundo uma pesquisa apresentada na conferência da Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos (SACP), a amamentação sozinha não tem nenhum impacto no formato e na aparência dos seios. Os pesquisadores da Universidade de Kentucky entrevistaram 132 mulheres com média de idade de 39 anos e que fizeram cirurgias plásticas nos seios. Analisando o histórico médico, índice de massa molecular, hábito de fumar, entre outros fatores, eles observaram que alimentar o bebê no peito não altera o formato dos seios. Segundo os autores, a ‘queda’ está mais ligada ao hábito de fumar, ao envelhecimento, a um número maior de gestações e ao tamanho maior do sutiã antes da gravidez.

O leite materno além de garantir a saúde do bebê diminui as chances da mulher desenvolver doenças como câncer de mama e ajuda no emagrecimento. O leite materno contém todas as proteínas, açúcares, gorduras, vitaminas e água essenciais para a alimentação do bebê, além de ser rico em anticorpos e glóbulos brancos, fundamentais para o fortalecimento do sistema imunológico. Eles protegem a criança contra o desenvolvimento de infecções e doenças como bronquite, pneumonia, meningite, além de diminuírem a probabilidade de ela desenvolver obesidade ou diabetes do tipo I, quando adulta.

Diga não ao cigarro

junho 5, 2009

12274224O hábito de fumar é prejudicial a todas as pesoas, mas os efeitos nas mulheres são mais devastadores. Cerca de 18% das brasileiras são fumantes, além de ter suas chances de desenvolver câncer aumentadas, elas estão muito mais propensas a ter problemas graves no sistema circulatório venoso e também arterial, doenças cardíacas, respiratórias, a fertilidade diminui em 40%, na mulher grávida aumenta o risco de aborto, de nascimentos prematuros, diminui o crescimento e o peso do bebê.

No caso de problemas circulatórios, a razão está na constituição mais delicada desse sistema no organismo feminino, que, quando combinada aos efeitos nocivos do cigarro, pode resultar em varizes e casos sérios de trombose, com sequelas irreversíveis e riscos de complicalções fatais.

Osteosporose

junho 2, 2009

osteoporose

A osteosporose é o enfraquecimento dos ossos e atingem principalmente mulheres a medida que envelhecem, especialmente após a menopausa, por conta da menor produção do estrogênio – hormônio sexual feminino. O estrogênio ajuda no depósito de cálcio nos ossos e uma diminuição dessa taxa acarreta no enfraquecimento dos mesmos.

O fumo, a inatividade física, deficiência hormonal, alimentação deficiente de cálcio, uso de corticóides e histórico familiar são alguns fatores de risco para o desenvolvimento da osteosporose.

O tratamento pode não eliminar a osteoporose mas medicamentos podem retardar a perda dos ossos e recuperar alguns.  O mais indicado é o tratamento de reposição hormonal. Começar a tomar pílulas de estrogênio por volta da época da menopausa é a melhor forma de retardar a perda de cálcio pelos ossos e mantê-los fortes.